Advocacia Trabalhista e Previdenciária

Newsletter

Nome:
Email:

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Montes Claros, MG

Máx
37ºC
Min
19ºC
Predomínio de

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,10 4,10
EURO 4,53 4,53

Notícias

INSTITUCIONAL: Desembargador federal lança livro sobre terras públicas sem destinação de uso especial ou comum

Foi lançado nessa terça-feira, dia 10 de setembro, no Espaço Pontes de Miranda, na Sede do Tribunal em Brasília/DF, o livro “Terras devolutas como outro tipo de propriedade”. De autoria do desembargador federal Wilson Alves de Souza, a publicação tem como objetivo demonstrar que terras devolutas são uma categoria especial de propriedade diante da importância econômica de que se reveste o assunto. Segundo o magistrado, a obra literária foi escrita no início de 1983 e apresentada à Universidade Federal da Bahia (UFBA) como dissertação de mestrado, ocasião em que o desembargador exercia o cargo de procurador do Instituto de Terras do Estado da Bahia. Com a aprovação, Wilson Alves de Souza adquiriu o grau de Mestre em Direito Econômico pela UFBA. O evento foi prestigiado pelo vice-presidente do TRF1, desembargador federal Kassio Marques, no exercício da Presidência; pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça Reynaldo Fonseca; pela corregedora regional da Justiça Federal da 1ª Região, desembargadora federal Maria do Carmo Cardoso; pelos desembargadores federais Daniel Paes Ribeiro, Ângela Catão, Mônica Sifuentes, Marcos Augusto de Sousa, Gilda Sigmariga Seixas; Jamil de Jesus Oliveira, Hercules Fajoses, Carlos Pires Brandão, Francisco Neves da Cunha e Daniele Maranhão; por juízes federais, servidores e familiares do autor. Ao fim do evento, o desembargador federal Wilson Alves de Souza doou três exemplares da obra que ficarão disponíveis na Biblioteca do Tribunal. Assessoria de Comunicação Social Tribunal Regional Federal da 1ª Região  
11/09/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia